Pular para o conteúdo principal

Congresso aprova Novo Auxílio Emergencial: valores devem ser entre R$ 150 e R$ 375

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, promulgaram em sessão solene remota nesta segunda-feira (15) a Emenda Constitucional 109/2021. O texto é resultado da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial no dia 4 de março no Senado e confirmada pela Câmara na última sexta-feira (12).

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

A norma vai permitir ao Governo Federal pagar um novo auxílio emergencial em 2021 com R$ 44 bilhões por fora do teto de gastos. Como não depende de sanção do presidente da República, o texto já está em vigor.

A expectativa do governo é oferecer mais quatro parcelas do auxílio, que deve ter valores entre R$ 150 e R$ 375, a depender da composição familiar.

Leia também:
– “Governo utilizou pandemia de forma oportunista”, diz consultor sobre aprovação da PEC Emergencial
Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC que viabiliza o novo auxílio emergencial

A definição sobre valores e quantidade de parcelas será definida por meio de medida provisória, a ser editada pelo governo nos próximos dias.

Com informações da Agência Senado