Pular para o conteúdo principal

Comissão de Trabalho da Câmara convoca Paulo Guedes para explicar offshore em paraíso fiscal

Imagem
Arquivo de Imagem
offshoreguedes

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (5) a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele terá que explicar suas movimentações financeiras no exterior através de offshore em paraíso fiscal.

A convocação do ministro foi proposta pelos deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Paulo Ramos (PDT-RJ).

LEIA TAMBÉM:
- Oposição articula assinaturas para abertura de CPI da Offshore
- Oposição quer investigação sobre influência de Guedes em regras para empresas offshore

A notícia sobre a offshore foi publicada pelos sites da revista Piauí e Poder360, que integram o consórcio internacional de jornalistas investigativos que teve acesso a milhões de documentos sobre offshores em paraísos fiscais (Pandora Papers). 

O vazamento também apontou empresa no exterior em nome do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Ontem (4), a oposição cobrou explicações de Paulo Guedes sobre a offshore nas ilhas Virgens Britânicas. Diversos deputados pediram a convocação do ministro.

“Não podemos aceitar que as autoridades da política econômica, fiscal e monetária do nosso País utilizem dos instrumentos da política em benefício próprio”, argumentou o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG).

O que é uma empresa offshore?

São empresas abertas em um país diferente do domicílio do proprietário, cujo objetivo principal é manter sigilo e evitar o pagamento de impostos. Por isso, é comum que empresas desse tipo sejam abertas em paraísos fiscais, países que cobram pouco ou nenhum imposto. Além da questão ética - evitar a tributação - esse mecanismo é criticado por conta de facilitar a lavagem de dinheiro e até mesmo o financiamento de atividades ilegais.

Com informações da Agência Câmara de Notícias