Pular para o conteúdo principal

Com o fim das vendas de ativos da Caixa, lucro do 1º trimestre de 2022 registra queda de 3,8%

Imagem
Arquivo de Imagem
dpvat

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou nesta quinta-feira (12) os resultados financeiros do Banco Público referentes ao primeiro trimestre de 2022. O lucro líquido gerencial foi de R$ 3,0 bilhões no período. O resultado é 3,8% menor que o apresentado no primeiro trimestre de 2021.

Desde que assumiu sua gestão, no início de 2019, Guimarães vem batendo na tecla dos lucros recordes que está alcançando na Caixa. No entanto, os três primeiros meses de 2022 foram diferentes, o que fez com que o presidente do Banco Público não desse destaque ao assunto durante a apresentação dos números. Afinal, ele teria que explicar o que está acontecendo.

Mas o Reconta Aí explica. Em 2019, 2020 e 2021, a Caixa obteve grande êxito nos lucros devido a venda de ativos importantes da instituição. Muitos desses ativos estavam com a Caixa Participações, conhecida como CaixaPar, e que parou de operar no final de 2021. Além disso, houve a abertura de capital da Caixa Seguridade, que contribuiu com o lucro do Banco Público. Agora, após vender todos os ativos, a Caixa não atinge mais lucros recordes.

LEIA TAMBÉM:
- Caixa: Divulgação dos lucros é mais uma jogada de marketing para enaltecer a gestão de Pedro Guimarães

Microcrédito

Guimarães enalteceu as operações de microcrédito pelo Caixa Tem. "Estamos emprestando de maneira digital o microcrédito. Já fizemos para 1.7 milhão de pessoa e somos o único banco no Brasil a realizar essa operação", afirmou o presidente da Caixa.

Na contramão do discurso de Pedro Guimarães, brasileiros estavam enviando mensagens pelo chat da transmissão ao vivo questionando porque não estavam conseguindo fazer o empréstimo pelo Caixa Tem.

Agronegócio

O agronegócio apoia em peso o presidente Bolsonaro. Por isso, Pedro Guimarães passou a investir em operações para beneficiar o setor. Dezenas de agência da Caixa foram inauguradas em cidades estratégicas com alta demanda do agro. Além disso, o Banco Público passou a liberar mais recursos para o setor.

No primeiro trimestre de 2022, foram contratados R$ 6,7 bilhões em recursos no agronegócio. O valor representa um aumento de 204,6% em relação ao mesmo período de 2021. Do total de recursos contratados no trimestre, o crédito agro destinado à pessoa física foi de R$ 3,6 bilhões e para pessoa jurídica totalizou R$ 3,1 bilhões, crescimentos de 233,2%% e 177,5%.

Guimarães está feliz com os resultados do agro, já que também deixam felizes os apoiadores do presidente Bolsonaro. "Esta é uma operação de longo prazo. Nós podemos crescer ainda mais rápido. Nosso foco será investimentos de longo prazo e na parte no Pronaf", disse.

Em sua primeira participação no Plano Safra, a Caixa iniciou o ano safra 2021/2022 com a oferta de R$ 35 bilhões em recursos de crédito ao agronegócio. No período de julho 2021 a março 2022, já foram firmados mais de 10,7 mil contratos, crescimento de 186% em relação ao mesmo período da safra anterior.

Imobiliário

A Caixa é líder na concessão de financiamento para casa própria. Os resultados nessa área, mostram como o Banco Público é um importante agente na realização do sonho dos brasileiros de terem a casa própria. No primeiro trimestre de 2022, alcançou um saldo em carteira de R$ 570,5 bilhões, 10,1% maior se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Loterias

As Loterias Caixa arrecadaram R$ 5,0 bilhões no primeiro trimestre de 2022. O valor é 30,4% maior que o apurado no mesmo período do ano anterior.

As Loterias são importante fonte de recursos para fomentar o desenvolvimento social do Brasil. No período, foram destinados R$ 1,9 bilhão aos programas sociais do Governo Federal nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde.