Pular para o conteúdo principal

Casos de covid aumentam nos locais de trabalho e agências bancárias fecham em São Paulo

Imagem
Arquivo de Imagem
covid19

A chegada da variante Ômicron, mais transmissível que as anteriores, tem causado impacto em setores da economia, em especial no setor financeiro.

Uma pesquisa realizada pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região aponta que mais de 88% dos bancários relataram casos de Covid-19 ou gripe (Influenza) nos últimos 30 dias. Os dados são preliminares.

Ainda de acordo com o sindicato, cerca de 150 agências foram fechadas na região por conta de casos de Covid-19. 

LEIA TAMBÉM:
- Covid-19: Primeiro lote de vacinas para crianças chega ao Brasil
- "Presidente da Caixa usa o Banco como palanque eleitoral", afirma a deputada Erika Kokay

“Os dados preliminares da pesquisa já apontam para um cenário de ampla contaminação nos locais de trabalho, que exige que o respeito aos protocolos seja redobrado, além da abertura de negociação com os bancos para a adoção de novas medidas de proteção para bancários e clientes. Diversos setores estão sendo impactados pela Ômicron, assim como pelo atual surto de Influenza, com fechamentos acarretados pelo elevado número de trabalhadores contaminados e afastados, e no setor bancário a situação não é diferente”, alertou Neiva Ribeiro, secretária-geral do Sindicato.

“Não é o momento de relaxar no cumprimento dos protocolos nos locais de trabalho, e também nos cuidados fora do banco, como o uso de máscaras, distanciamento, evitar aglomerações e higienização frequente das mãos com álcool gel. E, claro, não deixar de tomar as duas doses da vacina, assim como a dose de reforço.”, orienta a diretora do Sindicato.

Com informações do Sindicato dos Bancários de São Paulo