Reconta Aí Atualiza Aí Capitais nordestinas têm queda no preço da cesta básica

Capitais nordestinas têm queda no preço da cesta básica

Dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos apontam que quatro capitais nordestinas registraram queda no preço da cesta básica

Natal, João Pessoa, Aracaju e Fortaleza tiveram leve queda no valor da cesta básica em janeiro. Segundo dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos realizada pelo Dieese, ao contrário das outras capitais do País, os moradores dessas capitais nordestinas tiveram um alívio no supermercado.

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Entretanto, a queda nos valores não foi tão expressiva. Natal foi a cidade que registrou a maior queda e mesmo assim, o índice não chegou a -1% (foi -0,94%). A segunda maior queda foi registrada em João Pessoa (-0,7%), seguidos por Aracaju (-0,51%) e Fortaleza (-0,37%).

Na média nacional, o tempo necessário para adquirir os produtos da cesta no mês de janeiro foi de 111 horas e 46 minutos. Já nas cidades em que houve queda, esse número é menor.

Na capital do Rio Grande do Norte foram necessárias 90 horas e 54 minutos de trabalho. Já em João Pessoa, 94 horas e 22 minutos. Moradores de Aracaju precisaram trabalhar 90 horas e 10 minutos e, por fim, em Fortaleza foi necessário trabalhar 106 horas e 35 minutos.

A cesta básica é composta em todos os estados do Brasil por carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, legumes, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga. Entretanto, além das quantidades serem diferentes por estado, há pequenas adaptações ao contexto regional, como o tipo de feijão ou tipo de banana consumidos.

Leia também
Auxílio emergencial de três parcelas de R$ 200 proposto pelo governo é inaceitável, diz CUT

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial