Pular para o conteúdo principal

Campanha "Mexeu com a Caixa, mexeu com o Brasil" chega às redes sociais

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Nesta quinta-feira (9), empregados da Caixa deram início à campanha digital Mexeu com a Caixa, mexeu com o Brasil em mais um Dia de Luta. O objetivo da mobilização nacional é protestar contra a agenda privatista do Governo Federal.

– Siga a página do Reconta Aí no Instagram (clicando aqui).
– Siga a página do Reconta Aí no Facebook (clicando aqui).
– Adicione o WhatsApp (61) 9.9977-9527 do Reconta Aí para receber nossas informações (clicando aqui).

O presidente do Banco Público, Pedro Guimarães, vem reforçando que os planos de privatização da Caixa seguem firmes e fortes. Tanto que a realização da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Caixa Seguridade está marcada para este ano.

De acordo com o o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sergio Takemoto, o governo quer vender as partes mais lucrativas da Caixa, que são exatamente as que o sistema financeiro internacional deseja.

“O governo está comprometido com os interesses financeiros, mas nós vamos defender a Caixa até o fim”, afirma Takemoto.

Leia também:
Entregadores de aplicativo planejam nova paralisação dia 25
Centrais sindicais divulgam proposta para a retomada da economia

Trabalho presencial

Neste Dia de Luta, os empregados do Banco Público também protestam contra a pressão ao retorno precoce ao trabalho presencial. A Caixa quer convocar os empregados para reassumirem o trabalho presencial nas centralizadoras, filiais e representações.

No entanto, em um momento onde o mundo inteiro atravessa uma grave crise sanitária, a iniciativa coloca em risco tanto os funcionários quanto a população.

Nas redes sociais, a campanha se destaca com a hashtag #MexeucomACaixaMexeuComoBrasil. Para participar é só usar a hashtag nas publicações no Twitter, Facebook e Instagram.

Com informações da Fenae e Rita Serrano.