Pular para o conteúdo principal

Câmara deve votar PEC da Transição na próxima terça-feira (20)

Imagem
Arquivo de Imagem
peca da transição

O plenário da Câmara dos Deputados deve votar a Proposta de Emenda Constitucional nº 32, conhecida como PEC da Transição, na próxima terça-feira (20).

A data foi anunciada pelo presidente da casa, Arthur Lira (PP-AL).

Os integrantes da Câmara têm oferecido mais resistência à aprovação da PEC, considerada essencial para viabilizar programas sociais do próximo governo, do que os senadores. O gabinete de transição esperava já ter o texto aprovado pelo Congresso, para que este vote a Lei Orçamentária Anual já de acordo com a modificação da regra.

Leia também:
- Time Lula: Quem são os ministros confirmados até agora
- "Bancos públicos se confundem com a própria fundação do Estado", diz economista Sérgio Mendonça

Lira, entretanto, minimizou a situação: “Estamos terminando as negociações, diferentemente do que tem sido noticiado, para que se tenha o quórum necessário para enfrentar as votações".

José Guimarães (PT-CE), que lidera as negociações em nome do próximo governo, afirmou que espera apoio até mesmo de deputados bolsonaristas, já que o atual mandato pode ter dificuldades para fechar as contas de 2022.

“É esse governo e a base desse governo - que fica aqui criticando - quem mais precisa da aprovação desta matéria. Do contrário, o atual do governo não fechará as contas e, além dos processos, deixará um rombo fiscal de mais de R$ 20 bilhões”, apontou.

A aprovação da PEC se tornou tão crucial para a viabilidade do próximo governo que a questão já levou PT e PSB anunciarem apoio público para a tentativa de Lira de disputar a reeleição ao cargo de presidente da Câmara.