Pular para o conteúdo principal

Câmara aprova Auxílio Brasil permanente no valor de R$ 400

Imagem
Arquivo de Imagem
Auxílio Brasil

Nesta quarta-feira (27), o Plenário da Câmara dos Deputados analisou a Medida Provisória 1076/21 que cria um benefício extraordinário às famílias beneficiadas com o Auxílio Brasil. Parlamentares aprovaram o texto que torna o Auxílio Brasil no valor de R$ 400 uma política pública permanente. A MP será enviada ao Senado Federal.

Em dezembro de 2021, com a assinatura da MP, o valor do Auxílio Brasil passou de R$ 224 (valor médio) para R$ 400. No entanto, o valor complementar só valeria até dezembro de 2022. Ou seja, em janeiro de 2023 as famílias beneficiadas voltariam a receber R$ 224 por mês.

Na época, o presidente atrelou o aumento do valor do benefício à aprovação da PEC dos Precatórios. Somente assim, segundo Bolsonaro, seria possível o pagamento desse adicional durante o ano de 2022.

A emenda aprovada pelos deputados indica a necessidade R$ 41 bilhões ao ano para bancar a perenidade do benefício. Quase o mesmo valor usado para pagar o Auxílio Brasil - R$ 47,5 bilhões.

LEIA TAMBÉM:
- FGTS: Nascidos em janeiro reclamam que saque extraordinário não está disponível
- Trabalhadoras domésticas sem registro ganharam 40% a menos do que as com carteira assinada
- Fenae alerta: Empréstimo em cenário de elevado desemprego pode ser bomba de efeito retardado