Pular para o conteúdo principal

Caixa lança crédito imobiliário com taxa fixa

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Nova modalidade de crédito imobiliário terá taxa de juros de 8% até 9,75% ao ano e será válida para imóveis residenciais novos e usados

crédito imobiliário Imagem: Diego Dantas/Caixa Notícias

A Caixa Econômica Federal lançou nesta quinta-feira (20), em cerimônia no Palácio do Planalto, uma linha de crédito para a casa própria com taxa de juros fixa. A nova modalidade terá taxa de 8% até 9,75% ao ano e será válida para imóveis residenciais novos e usados.

Para o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, essa mudança no crédito imobiliário é algo matemático e muito bem pensado. “As pessoas poderão tomar empréstimo por 20, 30 anos, sabendo as prestações que elas vão pagar até o final”, acrescentou.

De acordo com o Banco Público, será possível financiar até 80% do imóvel e o cliente poderá escolher entre contratos de até 240 meses ou até 360 meses. As contratações estarão vigentes a partir de sexta-feira (21).

crédito imobiliárioImagem: Agência Caixa

Guimarães destacou quatro pontos do crédito imobiliário com taxa fixa: transferência do risco do cliente para o Banco; previsibilidade das prestações; possibilidade de venda de carteira; e alinhamento com mercados maduros, como os Estados Unidos.

A Caixa informou ainda que é possível o uso dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os financiamentos de imóveis no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), avaliados até R$ 1,5 milhão.

Linhas de crédito imobiliário

A Caixa passa a oferecer três modalidades de crédito imobiliário: Taxa Referencial (TR) mais juros; com lastro no Índice de Preços para o Consumidor Amplo (IPCA); e sem correção. No ano passado, em agosto, o banco estatal lançou a linha com correção pelo IPCA.

crédito imobiliárioImagem: Agência Caixa

Na nova linha, o juro será fixo, sem outros indicadores de correção. Na modalidade pós-fixada corrigida pela TR, a Caixa cobra juros de 6,5% a 8,5% ao ano, além da TR, e o prazo máximo de pagamento é de 420 meses; os recursos vêm da poupança e do FGTS.

Já na linha pós-fixada corrigida pelo IPCA, a Caixa cobra juros de 2,95% a 4,95% ao ano, além da inflação; o prazo máximo do financiamento é de 360 meses, e o funding só permite o uso de recursos da poupança.

Crédito imobiliário a empresas

Na semana passada, a Caixa também anunciou novas modalidades de crédito com juros mais baixos para pessoas jurídicas do setor da construção civil. As novas condições já estão valendo desde segunda-feira (17).

De acordo com o Banco, as taxas atreladas à TR caíram de 9,25% ao ano para 6,5% para as empresas com conta na Caixa. O percentual representa uma redução de cerca de 30%. Já para as empresas sem relacionamento com o Banco Público, a taxa cai de TR mais 13,25% ao ano para TR mais 11,75% ao ano.