Pular para o conteúdo principal

Covid-19: Butantan paralisa produção de vacinas por falta de insumos

Imagem
Arquivo de Imagem

O Instituto Butantan informou que vai paralisar a produção da CoronaVac até a chegada de um novo lote com 10 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), matéria-prima da vacina. A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

O Butantan finalizou nesta sexta-feira (14) as entregas do primeiro contrato para fornecimento de vacinas contra a Covid-19 ao Programa Nacional de Imunizções (PNI). Foi disponibilizado o total de 1,1 milhão de doses.  

Leia também:
- Covid-19: Gestantes foram abandonadas pelo poder público, aponta estudo
- Vacina chega aos transplantados no Brasil

O novo lote faz parte do segundo contrato firmado entre Butantan e Ministério da Saúde, que prevê o fornecimento de 54 milhões de doses. O primeiro contrato, de 46 milhões de doses, foi integralizado em 12/5.

Os 10 mil litros de IFA que aguardam liberação para serem enviados da China correspondem à matéria-prima que falta para maio e ao que está previsto para junho.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta semana que "entraves diplomáticos" atrasam a chegada dos insumos para a produção da CoronaVac.