Pular para o conteúdo principal

Bolsa despenca mais de 7%; dólar dispara

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O sobe e desce dos mercados continua. O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira de valores, opera em forte queda nesta quarta-feira (11), após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar que o coronavírus é uma pandemia.

Por volta de 13h55, o Ibovespa despencava a 6,65%, a 86.079,80 pontos. O dólar comercial acelerava 1,21%, a R$ 4,702 na venda.

Ontem, o Ibovespa subiu mais de 7%, maior valorização desde 2009, recuperando-se do tombo de mais de 12% registrado na segunda-feira (9), quando os mercados internacionais foram afetados pela disputa de preços do petróleo entre a Rússia e a Arábia Saudita.

Na ocasião, as negociações foram suspensas com o mecanismo do “Circuit Breaker“.

Ainda no mercado doméstico, o governo brasileiro reduziu hoje a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, passando para 2,1%, ante 2,4%.

Já o Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE) divulgou que a inflação oficial do País (IPCA) fechou fevereiro com alta de 0,25%. Em janeiro, o indicador estava em 0,21%.