Pular para o conteúdo principal

Bancos Públicos farão o pagamento de auxílio emergencial

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, aprovado pelo Senado ontem (30|), será realizado principalmente por Bancos Públicos.

Bancos Públicos mais uma vez socorrem o Brasil em meio à crise.Foto: Pillar Pedreira/Agência Senado

Caixa, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Banco do Nordeste, Correios e agências lotéricas serão a rede utilizada pelo País para fazer o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia de coronavírus.

Segundo Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, isso já foi decidido. Porém, para que seja colocado em prática, haverá a edição de um decreto para entregar a responsabilidade às empresas.

A excelência em logística e a capilaridade dessas estatais foram decisivas na escolha. Só a Caixa possui atendimento em 5.415 municípios, o que cobre 97,2% do total de cidades. Já os Correios estão presentes em todas os municípios do Brasil. Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia completam a lista pela expertise em lidar com setores específicos ou regiões de difícil acesso no País.

Essa expertise foi adquirida ao longo dos anos. Por exemplo, os Correios são a empresa mais antiga em operação no Brasil, e sua história se confunde com a da expansão territorial e a geografia política do País. Assim como a da Caixa, que foi criada para atender a população remediada e que acabou sendo fundamental na liberdade de pessoas escravizadas no período mais triste que esse país viveu.

Em comum, ambos têm na sua fundação a missão de atender ao País e a sua população e não a geração de lucros.

Não vá às agências de Bancos Públicos agora

O auxílio emergencial foi aprovado pelo Senado Federal na noite de ontem (30). Ainda precisa ser sancionado pelo presidente da República. Da mesma forma, como anunciou o ministro Onyx Lorenzoni, ainda precisará ser feito um decreto para que o pagamento esteja liberado.