Pular para o conteúdo principal

Banco Central: Funcionários prometem paralisação em 9 de fevereiro

Imagem
Arquivo de Imagem
banco central

Os funcionários do Banco Central planejam nova paralisação no próximo dia 9 de fevereiro. O indicativo de paralisação parcial, por quatro horas (de 8 às 12h), foi aprovado na sexta-feira (21) em reunião do Conselho do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal).

"O entendimento é que, em vista da inércia da Diretoria do BC e da falta de qualquer sinalização positiva, serão necessárias novas, e ainda mais contundentes, ações em defesa da reestruturação de carreira, com reajuste salarial, nas próximas semanas", informou o sindicato, que não descarta greve.

LEIA TAMBÉM:
- Dívidas do Simples: Empresas do regime ganham dois meses para regularizarem débitos
- Vazamento de chaves Pix da Acesso merece atenção do usuário para evitar golpes

O estopim para a mobilização dos servidores públicos foi a divulgação da proposta de Bolsonaro - acatada por Guedes e pelo Congresso - de conceder aumento apenas para policiais, categoria que o presidente vê fundamental do ponto de vista eleitoral.

Na semana passada, entidades que representam os servidores públicos federais realizaram um conjunto de mobilizações. Entre as principais reivindicações, a recomposição salarial relativa aos três anos de governo Jair Bolsonaro.

O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) calcula que a defasagem nos salários de servidores é de 28,15%.