Pular para o conteúdo principal

Auxílio emergencial: No Facebook da Caixa, um mar de reclamações sobre cadastro e pagamento

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Reclamações vão desde a demora na aprovação do cadastro até a dificuldade em receber o pagamento. Brasileiros não aguentam mais o descaso do governo

Siga a página do Reconta aí no Facebook.

O mês de abril está chegando ao fim e ele vai levando a esperança de milhares de brasileiros em conseguir o auxílio emergencial. O aplicativo e site para o cidadão solicitar os R$ 600 foi lançado no dia 7 de abril. De lá pra cá, o descaso do governo só faz a lista de problemas crescer.

Desde o anúncio do auxílio emergencial, os pronunciamentos da presidência da Caixa e do Ministério da Cidadania sempre reforçam que está sendo feita uma megaoperação de cadastramento e pagamento, e que está tudo bem.

Leia também:
– Auxílio emergencial: Governo Federal congela pagamento da segunda parcela
– Filas em agências da Caixa colocam em risco empregados e população
– Auxílio emergencial: Brasileiros relatam dificuldades com o aplicativo Caixa Tem

Adicione o Whatsapp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Cadastro ainda não foi aprovado

Milhares de pessoas seguem reclamando de cadastros que ainda não foram aprovados. Pessoas que precisam dos R$ 600 para colocar comida dentro de casa. A Caixa segue divulgando o calendário de pagamento da primeira parcela, mas não mostra nenhuma solução para os problemas de cadastro dos brasileiros.

Sem dinheiro na conta

Outro reclamação frequente: pessoas que tiveram seu auxílio aprovado, mas o dinheiro não foi creditado na conta. Cada um com uma história diferente, mas todos esbarram no mesmo problema: descaso com a necessidade urgente da população.

Aplicativo Caixa Tem não funciona

Depois que o Governo Federal iniciou o pagamento dos R$ 600, os problemas com o Caixa Tem explodiram. O aplicativo é usado para pagamento do cidadão por meio da Poupança Social Digital da Caixa.

Recebem o dinheiro dessa forma os inscritos no Cadastro Único – não recebem Bolsa Família – e não têm conta bancária ou poupança no Banco do Brasil e Caixa. Também vão receber pela Poupança Social Digital da Caixa os trabalhadores que se inscreveram para receber o auxílio emergencial e optaram pela opção de criar uma poupança digital.

As reclamações vão desde o acesso ao aplicativo até a transferência do dinheiro para outra conta bancária.

Aplicativo do auxílio emergencial com problema

Muitos reclamações são sobre o aplicativo de cadastro do auxílio emergencial. O aplicativo é a ferramenta usada para trabalhadores informais e autônomos solicitarem os R$ 600 e acompanhar o seu pedido.

Mas os relatos mostram que ele parou de funcionar para muitas pessoas. Entretanto, a Caixa ainda não se manifestou sobre o assunto.

Pagamento da segunda parcela

O Governo Federal não está com pressa em pagar o auxílio emergencial, tanto que a segunda parcela ainda não tem data para sair. A verdade é que o calendário de pagamento, divulgado pela Caixa no início de abril, já não está valendo muita coisa.

O pagamento da segunda parcela deveria ter começado a cair na conta do brasileiro nesta segunda-feira (27). O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que o calendário de pagamento da segunda parcela seria divulgado no início desta semana, mas até agora nada foi dito.