Pular para o conteúdo principal

Auxílio emergencial negado? Veja como solicitar uma nova análise

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Brasileiros que estão no Cadastro Único já podem solicitar uma nova análise. Quem se inscreveu pelo site ou aplicativo terá a mesma opção ainda nesta semana.

Milhares de brasileiros estão vendo sua esperança de receber o auxílio emergencial sumir. Pessoas que se enquadram em todos os pré-requisitos estão vendo o status do seu cadastro mudar de “em análise” para “negado”.

Para quem está nessa situação – por motivos que na maioria dos casos não são esclarecidos – já é possível pedir uma nova análise do cadastro. A Caixa acrescentou, nesta segunda-feira (20), uma opção no aplicativo e no site para que o brasileiro faça uma nova solicitação.

Isso mesmo. Na mesma tela onde aparece a informação que o pedido foi negado, terá a opção “realizar nova solicitação”. A opção já está disponível para os brasileiros que estão no Cadastro Único para Programas Sociais.

Atenção! Não será permitida uma nova solicitação se já houver duas pessoas da mesma família com o auxílio emergencial aprovado.

análise

De acordo com a Caixa, quem realizou o cadastro para receber o auxílio emergencial também poderá contestar a negativa, mas a funcionalidade ainda não está disponível. A previsão, segundo o banco, é que a opção esteja liberada ainda esta semana.

Neste caso, se o retorno da análise for “dados inconclusivos”, será permitido ao cidadão realizar uma nova solicitação. Se o resultado for “benefício não aprovado”, será possível contestar o motivo da não aprovação ou realizar uma nova solicitação.

Leia também:
Saiba como acompanhar a solicitação do seu auxílio emergencial
Auxílio emergencial: Como é o pagamento pela Poupança Social Digital da Caixa?

Quem pode receber o auxílio emergencial?

Para receber os R$ 600, é necessário que o brasileiro esteja dentro do perfil abaixo:

  • Ser maior de 18 anos de idade;
  • Não receber benefícios previdenciários ou assistenciais (como seguro-desemprego, aposentadoria ou Bolsa Família);
  • Ser MEI, contribuinte do Regime Geral da Previdência Social ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único;
  • Ter renda familiar abaixo de três salários mínimos (R$ 3.135) ou renda por pessoa inferior a meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • Não ter recebido mais de R$ 28.229,70 em renda tributável no ano de 2018

Links oficiais

Requerimento do auxílio:
https://auxilio.caixa.gov.br

Aplicativo para IOS:
https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

Aplicativo Android:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Informações sobre o auxílio:
http://www.caixa.gov.br/auxilio/PAGINAS/DEFAULT2.ASPX