Pular para o conteúdo principal

Auxílio emergencial: Dúvidas sobre cadastro e pagamento que recebemos pelo WhatsApp 61 99977-9527

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Estamos recebendo no WhatsApp várias mensagens de pessoas com dúvidas em relação ao auxílio emergencial. Algumas também podem ser as suas. Confira!

O Governo Federal lançou, no início de abril, um site e um aplicativo para que trabalhadores informais e autônomos possam se cadastrar e receber o auxílio emergencial. Mas junto com esse sistema, vieram vários problemas.

Desde então, o WhatsApp do Reconta Aí tem recebido uma enxurrada de mensagens de brasileiros com dúvidas. Selecionamos algumas que também podem ser as suas dúvidas. Confira!

Adicione o Whatsapp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Meu cadastro está em análise desde o dia 7 de abril

Esta é uma das principais dúvidas que recebemos. O prazo para análise do cadastro, estipulado pelo Governo Federal, seria de cinco (5) dias úteis. Mas muitos brasileiros que fizeram o pedido do auxílio emergencial nos primeiros dias estão reclamando da demora na resposta.

A Dataprev informou nesta segunda-feira (27) que estão trabalhando na homologação de 5,15 milhões de requerimentos: 1,7 milhão do período de 7 a 10 de abril; 300 mil, de 11 a 17 de abril; e 3,15 milhões, de 18 a 22 de abril.

De acordo com instituição, os dados precisaram de processamento adicional em função da complexidade de cenários e cruzamentos.

Recebi uma mensagem dizendo que meu cadastro não pode ser analisado. O que faço?

Quando o cadastro não pode ser analisado, é possível acessar o aplicativo ou site do auxílio emergencial para refazê-lo. Dessa forma, você estará pedindo uma nova análise.

Para isso, é preciso estar com o aplicativo atualizado. É só entrar na Apple Store ou na Google Store, procurar pelo aplicativo e clicar em “atualizar”.

Fui aprovada, mas tem mais de semanas que aguardo o pagamento

Muitos brasileiros estão com a mesma reclamação. De acordo com a Caixa, um novo lote de pagamentos da primeira parcela começou na última sexta-feira (24) e irá até o dia 30 de abril. É preciso continuar acompanhando as atualizações do cadastro no aplicativo ou site do auxílio emergencial.

Quem não tem conta em banco recebe o auxílio como?

A opção dada pela Caixa aos brasileiros que não possuem conta em banco é o pagamento pela Poupança Social Digital da Caixa (veja aqui). De acordo com a Caixa, o acesso e a movimentação dessa poupança social deve ser pelo aplicativo Caixa Tem, disponível para celulares IOS e Android.

Pelo aplicativo, é possível pagar boletos e contas de consumo como água, luz, telefone, entre outras. Entretanto, o trabalhador pode optar por transferir o dinheiro para contas de outras instituições financeiras. Nesse caso, são gratuitas até três transferências por mês, pelos próximos 90 dias.

Também é possível realizar o saque em dinheiro nas casas lotéricas e caixas eletrônicos. O saque segue o calendário divulgado pela Caixa (veja aqui).

Sou mãe solteira, desempregada e meu auxílio foi negado. O que eu faço?

Neste caso, é possível contestar o motivo da não aprovação ou realizar uma nova solicitação. Na mesma tela do aplicativo ou site do auxílio emergencial – onde aparece a informação que o pedido foi negado, terá a opção “realizar nova solicitação”. É só clicar e preencher novamente o cadastro.

Meu auxílio foi negado, mas no aplicativo não aparece qual foi o motivo

De acordo a Caixa, os auxílios negados são de pessoas que não se enquadram nos pré-requisitos estabelecidos por lei. Para receber os R$ 600, é necessário que o brasileiro esteja dentro do perfil abaixo:

  • Ser maior de 18 anos de idade;
  • Não receber benefícios previdenciários ou assistenciais (como seguro-desemprego, aposentadoria ou Bolsa Família);
  • Ser MEI, contribuinte do Regime Geral da Previdência Social ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único;
  • Ter renda familiar abaixo de três salários mínimos (R$ 3.135) ou renda por pessoa inferior a meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • Não ter recebido mais de R$ 28.229,70 em renda tributável no ano de 2018

Tenho dificuldade em acessar o aplicativo Caixa Tem. Quando acesso, sempre sai do ar quando estou finalizando a operação

O grande número de acesso ao aplicativo está congestionando o sistema, de acordo com a Caixa. Neste caso, é preciso insistir no acesso ao aplicativo e também nas operações.

O aplicativo Caixa Tem está com uma fila de espera virtual. É assim mesmo?

Nesta segunda-feira (27), muitos brasileiros relataram pelo Twitter que estão encontrando uma fila virtual para acessar o aplicativo. A Caixa informou, na última semana, que a quantidade de acessos está congestionando o sistema. Mas até o momento não falou nada sobre as filas digitais.

Meu número de celular está errado no Caixa Tem. O que faço?

A Caixa ainda não liberou a opção de alterar informações pessoais no aplicativo Caixa Tem.