Pular para o conteúdo principal

Auxílio Brasil: Veja como consultar a situação no CadÚnico

Imagem
Arquivo de Imagem
Auxílio Brasil

O Governo Federal vende a ideia de que o Auxílio Brasil vai substituir o Bolsa Família. Mas a verdade é que o novo programa de transferência de renda tem data para acabar e será dia 31 de dezembro de 2022. Além disso, ele não tem a estrutura necessária para ter os resultados que o Bolsa Família teve ao longo desses 16 anos - tirando o Brasil do Mapa da Fome e sendo reconhecido mundialmente como um programa de excelência.

O Auxílio Brasil está confuso e cheio de problemas. Mas a única certeza que se tem até agora é que o Ministério da Cidadania irá usar o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) para analisar os perfis dos brasileiros e selecionar quem pode participar do novo programa. Por isso, é preciso que todos os brasileiros de baixa renda estejam com os dados no CadÚnico atualizados.

Para saber se o seu cadastro está atualizado no sistema é só acessar o site do Cadastro Único (acessando aqui) ou baixar o aplicativo para IOS (acessando aqui) ou Android (acessando aqui).

Ao acessar o sistema, ele irá pedir alguns dados pessoais como nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado e município onde mora. Após preencher essas informações você irá entrar no sistema e ter acesso a certidão do Cadastro Único com todas as informações da família. Ela será como na imagem abaixo.

Caso a informação do campo "Cadastro Atualizado" seja NÃO, é necessário procurar o Cras para verificar quais são as informações que estão faltando. Manter o Cadastro Único sempre atualizado é ter um passo a frente na hora de conseguir ingressar em programas sociais como o Auxílio Brasil.

LEIA TAMBÉM:
- Auxílio Brasil: Confira quem vai receber e quais serão os valores dos benefícios
- Recebi o Bolsa Família em outubro. Vou continuar recebendo o Auxílio Brasil?
- Auxílio Brasil: Não sabe se vai receber o pagamento? Veja como consultar

Dúvidas e informações

Em caso de dúvidas, reclamações e sugestões, o cidadão pode acessar o site da Ouvidoria do Ministério da Cidadania ou ligar para o telefone 121.