Pular para o conteúdo principal

Auxílio Brasil: Parcela de R$ 1 mil da Bolsa de Iniciação Científica começa a ser paga hoje (10)

Imagem
Arquivo de Imagem
auxílio brasil

Nesta sexta-feira (10) o Ministério da Cidadania iniciou o pagamento da parcela única da Bolsa de Iniciação Científica Júnior para beneficiários do Auxílio Brasil. Serão contemplados 2.391 estudantes que se destacaram em competições acadêmicas e científicas ao longo de 2020. Cada um receberá uma parcela única no valor de R$ 1 mil.

Os estudantes contemplados com a Bolsa conquistaram medalhas de ouro, prata, ou bronze em cinco olimpíadas credenciadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). São elas:

- Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA);
- Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR);
- Olimpíada Internacional de Física e Cultura (iPHCO);
- Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) e
- Olimpíada Nacional de Aplicativos (ONDA).

O Ministério da Cidadania é o responsável pelo pagamento da parcela única de R$ 1mil para as famílias. No entanto, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) fica responsável pelo repasse de mais 12 parcelas no valor de R$ 100 cada. Elas serão pagar mensalmente aos estudantes.

É possível consultar informações como data de pagamento e valor que irá receber em dois aplicativos: Auxílio Brasil e Caixa Tem.

LEIA TAMBÉM:
- Auxílio Brasil: Pagamento de R$ 400 começa hoje (10)
Pós Touro de Ouro: "vaca magra" é instalada em frente à Bolsa de Valores de São Paulo
Entenda por que a nova alta da taxa de juros congela rendimentos da poupança

As famílias que estavam recebendo o pagamento do Bolsa Família pela conta Poupança Social Digital da Caixa seguem recebendo da mesma forma. Neste caso, a movimentação do dinheiro é feita somente pelo aplicativo Caixa Tem. Por ele é possível pagar contas, boletos e ainda realizar compras usando o cartão de débito virtual ou QR Code.

Mas atenção! Mesmo com a conta digital, é possível sacar o dinheiro com o cartão Bolsa Família ou cartão Cidadão. No entanto, o Governo Federal deve substituir esses cartões pelo do Auxílio Brasil, mas ainda não foi definido quando isso irá acontecer.