Reconta Aí – Atualiza Aí Explica Aí MEI: Veja o passo a passo de como preencher sua declaração de imposto de renda

MEI: Veja o passo a passo de como preencher sua declaração de imposto de renda

MEI

Declaração do MEI pode ser entregue até 30 de junho, mesmo para quem não gerou receita em 2019. Ela não substitui a declaração da pessoa física

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Por conta da pandemia do coronavírus, a Receita Federal prorrogou a data de entrega da Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-Simei). O prazo final é dia 30 junho e o envio da declaração é obrigatório.

O MEI que não apresentar a declaração no prazo está sujeito a multa de até 20% do valor dos tributos declarados. Mesmo quem não tiver gerado receita em 2019, precisa declarar.

Podem ser registrados como MEI as pessoas que trabalhem em atividades permitidas para microempreendedor individual. O faturamento deve ser de até R$ 81 mil por ano, ou seja, R$ 6.750 por mês. Além disso, não é permitido ao MEI ser sócio em outras empresas.

Atenção! A declaração do MEI não substitui a declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física. Dessa forma, quem trabalhou como microempreendedor individual em 2019 pode ser obrigado a fazer a declaração de pessoa física em 2020. Entretanto, a obrigatoriedade só vale para teve renda superior a R$ 28.559,70.

Leia também:
– MEI: Saiba como fica o seu auxílio emergencial
– IRPF: Como é feita a declaração do MEI?
– Imposto de Renda: Já está disponível a consulta ao 1º lote de restituições

Saiba como preencher a declaração do MEI

Passo 1: Acesse o site da Receita Federal (clicando aqui). Na primeira tela, informe o CNPJ da empresa e o código de acesso com os caracteres disponíveis no próprio site e clique em Continuar.

MEI

Passo 2: Em seguida, aparecerá uma tela com os tipos de declaração: original e ratificadora. Na original, selecione o ano 2019 e clique em Continuar.

MEI

Passo 3: Informe os dados referentes ao ano-calendário 2019. O primeiro é o valor da receita bruta total de produtos vendidos em 2019. Se a sua empresa não vende produtos, apenas presta serviços, preencha o campo com valor zero.

O outro campo é para a receita bruta total dos serviços prestados. Para quem presta serviços, esse é o campo que deve ser preenchido com o valor total recebido em 2019. Mas se o MEI não prestou serviços, coloque valor zero.

Passo 4: Logo abaixo, na mesma tela, informe se sua empresa empregou alguém (além de você) no ano passado, ou não. Clique em Continuar.

MEI

Passo 5: Em seguida, o programa do DASN-Simei listará os pagamentos mensais de tributos feitos pelo MEI no ano passado. Clique em Confirmar para enviar o documento.

Passo 6: Por fim, a tela seguinte permite imprimir o recibo de entrega da declaração. Vale lembrar que na declaração do MEI não há imposto a pagar nem a restituir.