Reconta Aí Atualiza Aí “É preciso descentralizar o pagamento do Auxílio Emergencial”, afirma Juvandia

“É preciso descentralizar o pagamento do Auxílio Emergencial”, afirma Juvandia

Em entrevista gravada hoje, a presidente da Contraf-CUT fala sobre descentralizar o pagamento do auxílio emergencial e sobre as negociações entre bancários e banqueiros nessa pandemia.

"É preciso descentralizar o pagamento do Auxílio Emergencial", afirma Juvândia Moreira, presidenta da Contraf CUT

Em meio a intensas negociações do setor bancário em todo o Brasil, Juvandia Moreira, presidente da Contraf- CUT, falou com o Reconta Aí. Além das informações sobre mesas de negociação para proteger todos os trabalhadores do ramo financeiro, Juvandia ainda falou sobre o futuro do Brasil. Assim ela mostrou que equipamentos de proteção individual (EPI) são tão importantes quanto o planejamento do governo para uma saída da crise.

A principal mensagem deixada pela presidente é a necessidade de descentralizar o pagamento do auxílio emergencial. Segundo ela, essa proposta já está no Senado Federal e pode fazer com que o pagamento do benefício seja feito com mais eficiência, evitando aglomerações.

Além disso, Juvandia ressaltou o papel da Caixa e dos Bancos Públicos no Brasil. Do mesmo modo, prosseguiu dizendo que para o Brasil conseguir sair da pandemia de coronavírus com menos danos econômicos, é preciso a intervenção do Estado.

Por fim, Juvandia ainda provocou: “Não queremos escolher quem vai viver e quem vai viver. Queremos que todo mundo viva e essa é a obrigação do Estado”.

Confira!