Reconta Aí Atualiza Aí Dataprev: Site para consulta do auxílio emergencial está com problemas técnicos

Dataprev: Site para consulta do auxílio emergencial está com problemas técnicos

Dataprev

Problema no acesso ao cadastro do auxílio emergencial acontece tanto pelo site da Dataprev, quanto pelo site do Ministério da Cidadania

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Está com problemas para visualizar o status do seu cadastro do auxílio emergencial no site da Dataprev? Você não é o único. Desde o fim da manhã de hoje (22), a equipe do Reconta Aí começou a ter dificuldade em visualizar os dados pelo do site da empresa. O problema só foi resolvido por volta das 15h40.

A página inicial estava funcionando normalmente (clique aqui), mas após inserir os dados e clicar em Enviar, a operação não completa. A mensagem que aparecia dizia “Estamos enfrentando problemas técnicos. Tente novamente em alguns instantes”.

Dataprev

Leia também:
Acesse agora! Dataprev lança site para consulta do auxílio emergencial
– Auxílio emergencial: Como gerar o cartão de débito virtual para compras em supermercados
– 2ª parcela será paga somente pela Poupança Social Digital

Pelo site do Ministério da Cidadania também é possível acessar o sistema, mas o problema era o mesmo que ocorria pelo link da Dataprev.

Entramos em contato com a Dataprev para saber detalhes do que está acontecendo, mas ainda não tivemos resposta. Enquanto isso, os brasileiros com o cadastro em análise seguem sem informações.

Sobre o sistema da Dataprev

Lançado dia 4 de maio, o sistema promete desafogar a alta procura pelo site e aplicativo do auxílio emergencial, além de ser uma forma do cidadão acompanhar o andamento do seu pedido com mais transparência.

Para quem ainda está com o cadastro em análise, o sistema mostra qual etapa do processo em que ele se encontra. Contudo, para quem teve o cadastro negado, a Dataprev informa quais foram os motivos que levaram a reprovação do pedido do auxílio emergencial.