Reconta Aí Atualiza Aí Banco do Brasil Caixa Contraf e Fenae apoiam PL que suspende privatizações

Contraf e Fenae apoiam PL que suspende privatizações

PL privatizações

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) manifestaram apoio ao Projeto de Lei (PL) 2715 de 2020, que suspende processos de privatização por um ano após o fim da calamidade decretada por conta da pandemia do novo coronavírus.

Recentemente, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, declarou a intenção de manter o programa de venda de ativos do Banco, ainda que com inversões e adiamentos na programação prevista.

Sérgio Takemoto, presidente da Fenae, defende que o tema esteja no centro das atenções dos trabalhadores, e que as associações e sindicatos pressionem o Congresso para a aprovação do PL.

“A declaração do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, confirmando a intenção de vender as partes lucrativas do Banco e até a área de cartões antes da seguridade, mostra que a intenção é enfraquecer a Caixa e seu papel social”, diz.

O dirigente da Fenae afirma ainda que a venda de ativos do Banco compromete a capacidade da instituição em financiar programas como o Minha Casa Minha Vida e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

“Estamos em plena pandemia, precisando amparar mais da metade da população brasileira com auxílio emergencial, e o Governo preocupado com a política ultraliberal de entregar todas as nossas riquezas para o capital estrangeiro. É vergonhoso”, critica.

A presidenta da Contraf, Juvandia Moreira, também se posicionou favoravelmente ao PL: “O projeto é muito bem-vindo. Apesar de o Governo não querer mostrar, vazaram declarações que comprovam a intenção de venda do Banco do Brasil“, disse. “Vamos nos organizar para que este projeto seja aprovado e a gente não veja nosso patrimônio sendo dilapidado”.

O PL 2715 aguarda despacho do Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ).