Reconta Aí – Atualiza Aí Auxílio Emergencial: Governo reduz valor para R$ 300

Auxílio Emergencial: Governo reduz valor para R$ 300

auxílio

Depois de muita discussão entre Bolsonaro e sua equipe econômica, foi batido o martelo para a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro de 2020. O valor de cada parcela será R$ 300 e foi anunciado pelo presidente, nesta terça-feira (1), em frente ao Palácio do Planalto.

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin.

De acordo com Bolsonaro, a prorrogação será por Medida Provisória, mas ainda não se sabe quando vai ser publicada no Diário Oficial da União.

“O valor basicamente atende todos, pois é um valor um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família”, disse, acrescentando que o valor de R$ 300 foi devido a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, explicou que a extensão desses quatro meses de auxílio emergencial está dentro do que é possível fazer de acordo com os recursos que o Governo Federal possui.

Vale lembrar que além da redução do valor do auxílio emergencial, o endurecimento das regras também é discutido dentro do governo. Uma das questões em debate é sobre famílias que recebem três cotas do auxílio. Isso acontece nos casos em que mães chefes de família recebem duas cotas – totalizando R$ 1,2 mil – e um filho maior de idade recebe mais uma cota.

Nesse modelo, a família acaba recebendo um total de R$ 1,8 mil. E é nesse modelo que o Governo Federal pretende mexer, impedindo que uma família nesses moldes receba uma terceira cota.

Leia também:
Auxílio Emergencial: Centrais Sindicais reagem a anúncio do governo e pedem de R$ 600 até dezembro
Oposição e sociedade civil querem auxílio prorrogado com mesmo valor
Auxílio emergencial: Pesquisa aponta perda de renda caso valor da parcela seja reduzido