Reconta Aí Atualiza Aí Auxílio Emergencial: Preenchi o meu cadastro errado. E agora?

Auxílio Emergencial: Preenchi o meu cadastro errado. E agora?

cadastro

Preencher o cadastro no site ou aplicativo do auxílio emergencial não foi uma tarefa fácil. Mas o Reconta Aí te ajuda nessa missão.

Informações atualizadas em 30 de abril de 2020

O Governo Federal divulgou no início de abril as formas para os trabalhadores informais e autônomos solicitarem o auxílio emergencial. De acordo com a Caixa, o sistema já recebeu mais de 503,2 milhões de acessos e 49,2 milhões de pessoas já se cadastraram para receber o pagamento.

Com tantos acessos, preencher o cadastro não foi uma tarefa fácil para milhares de brasileiros. No dia do lançamento do aplicativo e do site, as reclamações de erros e inconsistências no sistema foram virando “uma bola de neve”.

Para completar o caos, muitas dúvidas ficaram sem respostas. Uma delas veio de trabalhadores que preencheram os dados, mas acabaram colocando alguma informação errada.

Leia também:
Auxílio emergencial negado? Veja como solicitar uma nova análise
Saiba como acompanhar a solicitação do seu auxílio emergencial
Está difícil resolver problemas com o seu cadastro do auxílio emergencial?

Adicione o Whatsapp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Como corrigir o cadastro?

Após finalizar o cadastro pelo site ou aplicativo, não é possível acessá-lo novamente para alterar informações. Neste caso, é preciso esperar o processamento dos seus dados pela Dataprev para depois solicitar uma nova análise, caso não seja aprovado para receber o auxílio.

Isso mesmo. Na mesma tela onde aparece a informação que o pedido foi negado, terá a opção “realizar nova solicitação”. A opção já está disponível para os brasileiros que estão no Cadastro Único para Programas Sociais e também os que realizaram o cadastro pelo site ou aplicativo do auxílio.

De acordo com a Caixa, se o retorno da análise for “dados inconclusivos”, será permitido ao cidadão realizar uma nova solicitação. Já se o resultado for “benefício não aprovado”, o brasileiro terá a opção de contestar o motivo da não aprovação ou realizar uma nova solicitação.

Atenção! Não será permitida uma nova solicitação se já houver duas pessoas da mesma família com o auxílio emergencial aprovado.

cadastro

Ainda não solicitou o seu auxílio emergencial?

Trabalhadores informais e autônomos – que não estão incluídos no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal – podem baixar o aplicativo ou acessar o site da Caixa para realizar o cadastro.

Os links oficiais são:

Site para requerimento do benefício:
https://auxilio.caixa.gov.br

Aplicativo para IOS:
https://apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331

Aplicativo Android:
https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio

Informações sobre o benefício:
http://www.caixa.gov.br/auxilio/PAGINAS/DEFAULT2.ASPX

Como realizar o cadastro

1: Acesse o site do auxílio emergencial (auxilio.caixa.gov.br/#/inicio), ou o aplicativo, e clique em Realize a sua solicitação.

2: Leia atentamente as condições e verifique se você se encaixa em todas elas. Em seguida, marque as caixas de seleção no final da tela e, então, clique em Tenho os requisitos, quero continuar.

3: Preencha os campos com suas informações, incluindo nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe. Depois, marque a opção Não sou um robô e clique em Continuar.

4: Para receber o código de verificação e acessar a plataforma, preencha o número do seu celular, informe a operadora e clique em Continuar.

5: Após inserir o código de verificação, informe a sua renda mensal e a atividade que você exerce. Além disso, informe o estado e a cidade em que reside. Então, clique em Continuar.

6: Em seguida, informe quantas pessoas moram na sua residência e confirme os seus dados. Caso seja mulher e responsável pelo sustento da casa, marque a opção no final da tela. Clique em Adicionar membro da família para incluir os dados das pessoas que moram com você.

7: Informe o grau de parentesco do membro a ser adicionado, bem como o CPF e a data de nascimento. Caso precise registrar outra pessoa, basta selecionar Adicione membro da família novamente. Quando terminar, clique em Continuar.

8: Escolha se receberá o benefício em uma conta corrente ou poupança já existente – na Caixa ou Banco do Brasil – clicando em Receber em conta existente.

9: Informe qual é o banco correspondente, o tipo de conta, a agência, o número e o dígito da conta escolhida. Em seguida, clique em Continuar.

10: Caso não tenha conta, selecione a opção Abrir uma conta e receber. Siga o passo a passo para criar uma conta digital na Caixa, sem custos, sem tarifas e sem cartão. De acordo com a Caixa, essa conta só poderá ser usada para receber o auxílio e transferi-lo para outra instituição financeira.

11: Confira se todos os dados preenchidos estão corretos e, então, clique em Concluir sua solicitação.

cadastro