Reconta Aí – Atualiza Aí Aposentados: Prova de vida será necessária a partir de novembro

Aposentados: Prova de vida será necessária a partir de novembro

aposentados

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou mais uma vez a suspensão do bloqueio do benefício de aposentados e pensionistas que não realizaram a prova de vida entre março e outubro deste ano. A decisão está na Portaria nº 1.053, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (15).

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin.

De acordo com o texto, a interrupção do bloqueio de pagamentos será até o fim de novembro. Dessa forma, quem está com a prova de vida atrasada, deve realizar a comprovação ainda em novembro. Assim, não correrá o risco de ter pagamento bloqueado a partir de dezembro.

Essa prova de vida pode ser feita diretamente no banco onde o aposentado ou pensionista recebe o seu benefício. É só apresentar um documento de identificação com foto.

Quem não puder ir até ao banco, pode realizar a comprovação de vida por meio de um procurador. Mas a procuração precisa estar devidamente cadastrada no INSS.

Leia também:
Eleições 2020: Entenda como vai funcionar o dia da votação
PIX: Cuidado com os golpes que roubam seus dados

Já os aposentados que moram fora do Brasil, a prova de vida por ser feita de três formas: com um procurador cadastrado no INSS; por documento emitido pelo Consulado; ou pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS. O formulário está disponível tanto no site da Repartição Consular Brasileira quando no site do INSS.

Em situações normais, a prova de vida é feita anualmente para provar que o aposentado ou pensionista está vivo. No entanto, somente com essa comprovação em dia é possível garantir que o benefício continue sendo pago.