Reconta Aí – Atualiza Aí Economia em cheque – a bala de prata da reforma foi disparada e nada aconteceu

Economia em cheque – a bala de prata da reforma foi disparada e nada aconteceu

A Reforma da Previdência não salvará a economia brasileira de um colapso fiscal e tampouco a fará crescer, afirma o economista Sérgio Mendonça.

A reforma foi comemorada com choro pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia.
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O texto principal da Reforma da Previdência foi aprovado no último dia 10 com ampla maioria na Câmara dos Deputados. Mas, ao contrário do que foi martelado por meses na mídia tradicional, a Reforma não salvará o Brasil de um colapso fiscal.

Assim que o texto principal foi votado, analistas econômicos mudaram o tom de otimismo. Logo artigos cautelosos apareceram e alternativas e novas medidas para melhorar o mercado econômico brasileiro surgiram.

Ao que parece, o grande investimento privado aguradado provavelmente não ocorrerá nos próximos meses e necessitará de mais incentivos.

Sergio Mendonça, ex-Dieese e atual coordenador do Reconta aí, afirma em comentário a queda da máscara: “Todos sabiam que nada disso aconteceria. A Reforma da Previdência tende a agravar as condições econômicas, as pessoas terão mais medo do futuro e quem tiver condições popuará mais e consumirá menos.”

Sergio ainda retoma o conceito de Austeridade Expansionista e fala como sua aplicação não funcionou na Reforma Trabalhista.