Pular para o conteúdo principal

Ato pela Democracia no dia 11 de agosto acontecerá em diversas capitais

Imagem
Arquivo de Imagem
Ato pela democracia horário

A Carta em Defesa da Democracia, escrita pela Faculdade de Direito da USP, em São Paulo, contagiou estudantes, movimentos sociais, centrais sindicais e pessoas de todo o Brasil. Por isso, o dia 11 de agosto vem sendo tratado como a próxima data em que grandes atos em defesa da democracia - e contra Bolsonaro - ocorrerão em todo o País.

Leia também
- Estado democrático de direito sempre: Carta do Largo São Francisco ganha adesão de empresários
- "Não há nada mais importante do que defender a democracia e as eleições", afirma presidente da CUT

A Carta traz a reafirmação da eficiência e seriedade do processo eleitoral brasilero e afirma que a contestação das urnas e da votação é um "perigo para a normalidade democrática". Ao mesmo tempo, diz que "insinuações de desacato ao resultado das eleições" - uma menção clara às falas de Jair Bolsonaro - podem colocar em risco o sistema político brasileiro.

Dez capitais já confirmaram a leitura da Carta e atos por todo o Brasil:

Rio de Janeiro

A concentração para o ato ocorrerá às 16h em frente à igreja da Candelária.

Brasília

Às 10h haverá um ato na Facudade de Direito da UnB e às 15h hevará um ato em frente ao Congresso Nacional.

São Paulo

No lugar em que nasceu a Carta, a Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, a leitura do documento ocorrerá às 10h e tem o fim previsto às 13h. Na parte da tarde, às 17h, haverá a concentração de um ato em frente ao MASP, na Av. Paulista.

Amazonas

Haverá manifestação na Praça da Saudade, às 15h.

Bahia

Em Salvador, o ato deverá acontecer pela manhã: às 9h na Praça do Campo Grande.

Ceará

Em Fortaleza, o local do ato será a Praça da Gentilândia e ocorrerá a partir das 15h.

Goiás

Em Goiânia, o ato acontecerá na Praça Universitária, às 17h.

Minas Gerais

Na capital mineira, Belo Horizonte, a manifestação ocorrerá na Praça Afonso Arinos, às 17h.

Paraná

Em Curitiba, o evento começará às 15h30 na Praça Santos Andrade.

Santa Catarina

O Auditório da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), receberá a manifestação pela democracia às 10h.