Pular para o conteúdo principal

Assédio: Sindicato dos Bancários do DF lança canal exclusivo para empregadas da Caixa

Imagem
Arquivo de Imagem
sindicato

Tal como em outros escândalos envolvendo assédio, especialistas acreditam que as denúncias de assédio feitas por cinco empregadas da Caixa contra Pedro Guimarães pode motivar novas queixas. Para atender com respeito, dignidade e profissionalismo tais denúncias, o Sindicato dos Bancários de Brasília lançou hoje (1º) um canal exclusivo para que as trabalhadoras do banco público que tenham sido vítimas da situação possam se manifestar.

“Nossa prioridade é resguardar a integridade das colegas que passaram pela violência do assédio sexual. O atendimento jurídico será feito apenas por advogadas e respeitará o meio pelo qual a empregada se sinta mais à vontade. Queremos garantir que elas denunciem com toda a segurança e todo o conforto possíveis. E lembramos, colega, que você não está sozinha!”, explicou Vanessa Sobreira, secretária de Saúde da entidade.

As empregadas da Caixa que quiserem fazer denúncias de assédio contra Pedro Guimarães e outros membros do banco deverão entrar em contato com a LBS Advogados, escritório que assessora o Sindicato, pelo telefone (61) 3366-8100

Leia também:
- Rita Serrano indica ao Conselho de Administração da Caixa contratação de empresa para investigar assédio
- Assédio na Caixa: Deputada propõe 7 medidas para acelerar investigação contra Pedro Guimarães

A secretária de Mulheres do Sindicato, Zezé Furtado, alerta as bancárias: “É muito importante que as mulheres que sofreram assédio sexual façam denúncia ao Sindicato para que possamos ajudar na resolução do problema". No mesmo sentido, a dirigente informou que a entidade está pronta a acolher as vítimas: "O Sindicato está à disposição e pronto para lutar por cada mulher que tenha sofrido qualquer tipo de violência”.

As bancárias e os bancários do Distrito Federal ainda tem outras formas de fazer denúncias. A Central de Atendimento do Sindicato, mantém a identidade das denunciantes e pode ser acessada por telefone (9 9965.6882 e 9 9656.3824) ou por e-mail ([email protected]).

Com informações de Joanna Alves para o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Brasília.