Pular para o conteúdo principal

Aluguéis residenciais sobem 0,59% em maio deste ano

Imagem
Arquivo de Imagem
inflação

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) subiu 0,59% em maio deste ano. A taxa representa uma desaceleração em relação à registrada no mês anterior ( 0,82%). Com o resultado, o índice passa a acumular variação de 8,83% em 12 meses, a maior nesta base de comparação desde o início da série histórica, em janeiro de 2019. 

São Paulo foi a única cidade a apresentar queda na variação média do aluguel residencial entre abril e maio. Para as demais cidades, houve aceleração.

Leia também:
- Litro do diesel pode chegar a R$ 10 no segundo semestre
- Eleições 2022: PT apresenta diretrizes de programa para partidos aliados

Já as taxas interanuais (maio 22/maio 21)  aceleraram em três das quatro  cidades: Rio de Janeiro (de 8,70% para 10,33%), Belo Horizonte (de 14,87% para 15,96%) e Porto Alegre (de 7,17% para 8,06%). São Paulo (6,54% para 6,49%) foi a única cidade a registrar desaceleração em sua taxa interanual.

O IVAR mede a evolução mensal dos valores de aluguéis residenciais do mercado de imóveis em quatro das principais capitais brasileiras – Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre.

O objetivo é oferecer um índice que reflita a realidade do mercado imobiliário, além de servir para definição de políticas públicas.