Pular para o conteúdo principal

Aeronautas aceitam acordo e greve de pilotos e comissários é cancelada

Pilotos e comissários de bordo aceitaram um acordo proposto pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da aviação regular. Com isso, a categoria finalizou a greve - deliberada no dia 24 de novembro e que teria início hoje (29).

Leia também
- Comissários e pilotos de avião aprovam greve com início a partir de segunda-feira (29)

De acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), a proposta do TST inclui o reajuste imediato dos salários em 75% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos últimos 12 meses na parte fixa da remuneração. Já na parte variável do salário, o reajuste será de 100% do INPC do último ano, de novembro a novembro. A parte varíavel da remuneração corresponde às diárias de alimentação e hospedagem nacional. O acordo proposto pelo TST prevê a renovação das demais cláusulas sociais sem nenhuma alteração.

Votação apertada

O acordo proposto pelo TST não agradou grande parte dos aeronautas. Em assembleia realizada entre os dias 26 e 27 de novembro, a votação pelo fim da greve foi apertada. Conforme o sindicato, dentre um total de 6.956 votantes; 53,68% dos votos foram favoráveis à proposta do TST; 45,56% contra e 0,76% do total se abstiveram.