Pular para o conteúdo principal

Abono Salarial: Perdi o prazo para sacar o dinheiro. E agora?

Imagem
Arquivo de Imagem
Abono Salarial

A Caixa encerrou na última quarta-feira (30) o pagamento do calendário 2020/2021 do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS). No entanto, 319,9 mil trabalhadores que tinham direito ao benefício não sacaram o dinheiro, no valor total de R$ 208 milhões.

Todo trabalhador tem direito ao abono salarial?

Para ter direito ao abono salarial, o trabalhador precisa estar inscrito no PIS há pelo menos cinco anos. No entanto, é preciso ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias no ano-base. Além disso, a remuneração mensal média deve ter sido até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Esses trabalhadores que perderam o prazo não poderão mais sacar o dinheiro?

Depende. O calendário 2020/2021 foi referente ao ano-base 2019. Mas também tinha direito a receber o dinheiro quem não sacou nos anos anteriores. Só que o valor fica disponível para saque somente por cinco anos. Ou seja, tanto os trabalhadores que não sacaram este ano, quanto os que não sacaram nos últimos quatro anos, poderão retirar o dinheiro no próximo calendário de pagamentos.

Quando inicia o próximo calendário de pagamentos?

O abono salarial sempre foi liberado aos trabalhadores no período de junho a julho do ano seguinte. No entanto, o governo Bolsonaro decidiu que o calendário será alterado e o pagamento deve ser de janeiro a dezembro. Assim, o calendário 2022 - que é referente ao ano-base 2020 -, tem início previsto somente para janeiro de 2022.

LEIA TAMBÉM:
- Imposto de Renda 2021: Veja o calendário de pagamento das restituições
- Reajuste da bandeira vermelha deve disparar aumento de 5 a 7% na conta de luz em julho
- Para 45% dos brasileiros, Bolsonaro não combate a corrupção

Eu posso sacar o dinheiro a qualquer momento?

Não. O trabalhador só pode retirar o dinheiro do abono salarial durante o calendário de pagamento. Em 2021 não tem como sacar o pagamento. Agora é só em 2022.

Qual o valor que eu vou receber?

O valor a ser pago ao trabalhador varia de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base. No caso do pagamento encerrado em junho de 2021, o ano-base é 2019. Mas para quem deixou de sacar nos anos anteriores, os anos-base são outros.

Como faço para saber se tenho algum dinheiro para sacar?

Para saber se tem direito ao pagamento, é possível realizar uma consulta pelo aplicativo Caixa Trabalhador.

1: Baixe o aplicativo Caixa Trabalhador para o seu celular. Ele está disponível para sistema IOS (clique aqui) e Android (clique aqui).

2: Para quem tem cadastro em qualquer um dos aplicativos da Caixa, é só digitar o CPF e depois clicar em "Próximo". Para quem não tem cadastro, clique em "Cadastrar-se" e siga o passo a passo.

3: Informe a senha de seis dígitos e clique em "Entrar".

Abono salarial

4: A próxima tela terá todas as informações sobre o abono salarial e também sobre o seguro desemprego. Para verificar se existe saldo a receber no calendário atual (referente a 2019), clique em "Exercício vigente". Para verificar se tem algum valor referente aos anos anteriores, clique em "Exercícios anteriores".

5: Pelo aplicativo também é possível verificar uma tabela com a projeção do valor do abono salarial. Também é possível fazer uma simulação do valor a ser recebido.

Não consigo realizar a consulta pelo celular. Tem outra opção?

Sim. Quem está com dificuldades em acessar o aplicativo pelo celular, existem duas outras formas de consultar o salto do abono salarial: pela central de atendimento ao trabalhador 0800-726-0207 e pelo site da Caixa (acesse aqui).