Pular para o conteúdo principal

24J: Novas manifestações pelo Fora Bolsonaro acontecem neste sábado

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Novas manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro e pela vacina vão marcar o sábado.

Na cidade de São Paulo, o ato acontece às 15h no vão livre do Masp, tradicional espaço de manifestações da capital paulista.

Na manhã desta sexta-feira (23), o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) promoveu um "trancaço" em uma movimentada avenida de São Paulo. De acordo com o perfil oficial do MTST, a ação foi uma prévia para a manifestação Fora Bolsonaro, abreviada para 24J.

As manifestações pelo Fora Bolsonaro não ocorrerão apenas em São Paulo; até agora há atos previstos em 294 cidades, incluindo seis no exterior.

As pautas das manifestações crescem a cada edição. Além das reivindicações originais - mais vacina, auxílio emergencial de R$ 600, emprego e impeachment - somam-se a "defesa dos serviços públicos e a luta contra os cortes na educação, o teto de gastos, a reforma administrativa e as privatizações".

Centrais sindicais seguem articulando trabalhadores para as manifestações 24J

O presidente da CUT, Sérgio Nobre, afirma: "A classe trabalhadora irá às ruas no sábado, 24, à luta para que o Brasil volte ao rumo do desenvolvimento e da democracia". Em vídeo que roda nas redes sociais, o dirigente faz uma breve análise do atual governo e chama a população. Confira.

No Rio de Janeiro, o presidente da CUT-Rio, Sandro Cezar, destaca: "É preciso fortalecer a luta pela democracia em todos os espaços". Juntando intelectuais e artistas - como Paulo Betti, Lucélia Santos, Osmar Prado e Leonardo Boff - a entidade busca mobilizar a sociedade.

Outras centrais sindicais como CGTB, CSB, CSP-Conlutas, CTB, Força Sindical, Intersindical, Nova Central, Pública e UGT também têm soltado notas públicas e agido para aumentar as fileiras das manifestações.

Recomendações da campanha Fora Bolsonaro para o 24J

A exigência da população por mais manifestações fez com que o site da campanha fora Bolsonaro não tivesse sido atualizado com a nova data. Contudo, o direcionamento da campanha segue o mesmo: cuidados sanitários com a utilização de máscaras e álcool em gel, além de evitar aglomerações.