Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Estudantes universitários que estão com dificuldades financeiras por conta dos impactos da crise do novo coronavírus ganharam um respiro no pagamento das próximas parcelas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.

Desde a semana passada entrou em vigor uma lei que permite a suspensão das parcelas de empréstimos para os contratos adimplentes antes da vigência do estado de calamidade pública decretado por conta da pandemia de Covid-19.

O texto foi publicado no Diário Oficial da União no dia 15 e é direcionado tanto a estudantes que concluíram seus cursos quanto os que ainda estão em graduação.

O recurso abrange duas parcelas, para os contratos em fase de utilização ou carência; e de quatro parcelas, para os contratos em fase de amortização, ou seja, para aqueles que já concluíram o curso.

O Fies financia cursos de graduação para alunos de instituições privadas de ensino superior. O financiamento é direcionado a estudantes universitários com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos.

Leia também: