O Crédito ou Débito conversa com a ex-ministra Tereza Campello, sobre as medidas necessárias para proteger os mais pobres durante essa pandemia do coronavírus

O Governo Federal quer ampliar o voucher para trabalhadores informais de R$ 200 para R$ 300 por mês. Na contramão do governo, a Câmara dos Deputados trabalha para impor um valor de R$ 500 mensais durante a crise.

Para falar sobre as medidas que o Governo Federal deve tomar para proteger os mais pobres no Brasil, convidamos a ex-ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, para participar do Crédito ou Débito – o podcast do Reconta Aí.

Leia também:
Coronavírus: “R$ 200 não garantem que uma família possa sobreviver ao longo do mês”, afirma Tereza Campello
Podcast #EP30 Renda Básica de Cidadania é o direito de todos participarem da riqueza do Estado, afirma Suplicy

De acordo com a ex-ministra, o que o governo está propondo é absolutamente insuficiente. “Nós temos que garantir, no mínimo, um salário mínimo para quem está no Bolsa Família, quem está no Cadastro Único e para os informais”, explica.

Campello alerta que agora é a hora de amparar a população que mais necessita, para que essas famílias fiquem em casa.

Acompanhe o bate-papo no podcast e dê sua opinião em nossas redes sociais.