Um em cada quatro brasileiros vai curtir o Carnaval nos bloquinhos da própria cidade, segundo pesquisa do aplicativo Guiabolso

Carnaval
Imagem: divulgação

O Carnaval chegou, mas o orçamento apertado está mudando os planos de muita gente. O aplicativo de gestão financeira e curadoria de produtos Guiabolso consultou 790 usuários de todo o País e descobriu que 60% dos brasileiros vão economizar e ficar em casa no feriado. Esses nem vão curtir os bloquinhos.

De acordo com o diretor de Produto e Tecnologia do Guiabolso, Julio Duram, não sair de casa pode ser uma tentativa de economizar ou sair da dívida. “De toda a forma é possível se divertir gastando pouco. Um dos segredos está em planejar com antecedência e ter boas alternativas na manga”, ensina Duram.

Mas a folia está no sangue do restante dos entrevistados. Por isso, 25% deles pretendem se jogar nos bloquinhos e mais de 17% vão pegar a estrada para curtir o Carnaval.

Ei, você aí, me dá um dinheiro aí

Para os foliões de plantão, a forma de pagamento das despesas faz diferença. A pesquisa do aplicativo constatou que, mesmo com os recentes problemas com clonagem de cartões, cerca de 60% dos usuários pretendem pagar as despesas no cartão de crédito ou de débito.

Economizar com o transporte e evitar trânsito também é uma boa opção. Por isso, a maior parte dos foliões pretende chegar nos bloquinhos com apoio do transporte público. Mas é claro que o uso de aplicativos de transporte não vai ficar de fora.

“Somente uma em cada cinco pessoas prefere ir com o próprio carro. Além do trânsito maior no entorno da atração, ela vai ter que arcar com o combustível e o possível valor do estacionamento. O importante é projetar o quanto vai gastar em cada opção e pesar na balança com o conforto e a comodidade”, propõe Duram.

Mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero viajar

Quem não quer viajar? Ainda mais quando temos um feriado tão prolongado como o Carnaval. E foi pensando no descanso (ou na folia mesmo) que muitos brasileiros (53%) planejaram viagem. Além disso, quase 70% dos consultados pelo aplicativo estabeleceram um teto de gastos para esse período fora de casa.

Duram elogia o empenho dos foliões que planejaram com antecedência esse momento. “Quando o tempo é usado ao seu próprio favor você consegue encontrar mais vantagens e até mesmo negociar descontos”, explica o diretor do Guiabolso.