Os Correios estão na mira do pacote de privatizações do governo Bolsonaro. Mas por que vender uma empresa que é tão importante para o País?

A empresa exerce um papel fundamental na logística de correspondência no Brasil. Sem essa expertise da empresa pública, seria impossível realizar o Enem, por exemplo. Além disso, não há meios de garantir capilaridade de atendimento e inviolabilidade das correspondências, se a empresa perder seu caráter público.

Para entender melhor a importância dos Correios, nós convidamos a presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos (SINTECT/DF), Amanda Gomes Corsino. Ela separou 10 motivos para não privatizar a empresa. Assista: