Percentual de famílias com dívidas é o maior desde o início da pesquisa da CNC em janeiro de 2010

dívidas

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), revela que o percentual de famílias com dívidas alcançou 65,6% em dezembro de 2019. O resultado divulgado nesta quinta-feira (9) é o maior patamar da série histórica da análise desde janeiro de 2010.

Segundo a pesquisa, as principais dívidas dos brasileiros são com cartão de crédito, cheque especial, cheque pré-datado, crédito consignado, crédito pessoal, carnê de loja, prestação de carro e prestação da casa.

Sobre as famílias inadimplentes, ou seja, com dívidas ou contas em atraso, a pesquisa ressalta que o percentual diminuiu em dezembro de 2019, comparado com o mês anterior. Passou de 24,7% para 24,5%. No entanto, houve aumento em relação a dezembro de 2018, que registrou 22,8%.

dívidas
Fonte: Pesquisa Nacional CNC

O percentual de famílias que declaram permanecer inadimplentes por não ter condições de pagar as contas ou dívidas em atraso também diminuiu. Na comparação mensal, ficou 10% em dezembro, ante 10,2% em novembro.

Dívidas frequentes

A pesquisa aponta que o principal vilão das famílias é o cartão de crédito. Em dezembro de 2019, 79,8% dos entrevistados declararam estar devendo essa fatura. Esse é o maior patamar na série histórica. Em segundo lugar, vêm os carnês (15,6%) e, em terceiro, o financiamento de carro (9,9%).

A parcela média da renda comprometida com dívidas, apesar de ter aumentado no comparativo anual (29,7% contra 29,3%), recuou em dezembro para o menor patamar desde junho de 2019.