Privatizar para quê, se no primeiro semestre de 2019 as cinco maiores estatais brasileiras renderam mais de R$ 60 bilhões de lucro para o país? A desestatização é um crime contra o patrimônio do povo.

Privatizar empresas que dão lucro para o Brasil são um atentado à soberania nacional.
Ó dúvida cruel!

Entre as estatais TOP5 destacam-se os Bancos Públicos. Banco do Brasil, BB Seguridade, Grupo Caixa, Caixa Seguridade e Grupo BNDES são as que mais renderam. Petrobras e Eletrobras vieram logo atrás. Somadas, essas empresas são responsáveis por 95% dos lucros das estatais federais.

Além da altíssima lucratividade, as estatais possuem uma função social importantíssima para o Brasil. Elas são pilares do desenvolvimento econômico e social do país, não só realizando suas atividades, mas realizando para toda a população. 

Além disso, cada uma dessas empresas possui programas de patrocínios, de desenvolvimento cultural, de fomento aos esportes, entre outras ações. Geram emprego e renda não só na sua atividade-fim, mas fomentam um novo ecossistema produtivo.

Mesmo se houvesse justificativa fiscal para a privatização, ela não deveria ser realizada pelo papel das estatais. Com um lucro dessa magnitude, fica cada vez mais difícil justificar a venda, ou privatizar o patrimônio da sociedade. É preciso relembrar que governos vão e vem, como inquilinos, porém, o estado brasileiro permanece, como uma casa. E, inquilinos não podem se desfazer do patrimônio dos donos dessa casa. E os donos somos nós, brasileiras e brasileiros.